fbpx
Assine nossa newsletter

Raciocínio lógico para crianças: conheça 5 formas de estimular!

Dicas para ajudar você a desenvolver mais o raciocínio lógico nas crianças. Confira!

raciocínio lógico para crianças

Tudo o que fazemos na vida exige de nossas mentes o uso da lógica. Não estamos falando apenas de questões matemáticas ou de situações complexas. Pense conosco: ao se levantar e planejar o seu dia, você organiza tudo o que precisa fazer em uma ordem que ajude a otimizar o seu tempo e encaixar todas as atividades. Nessa organização, é o seu pensamento lógico que está agindo.

E você sabe de onde veio o estímulo para que seu cérebro desenvolvesse essa habilidade? Grande parte dele surgiu na infância, por meio de jogos e brincadeiras. Por isso é tão importante proporcionar um ambiente de estímulo ao raciocínio lógico para crianças.

É disso que vamos tratar neste post. Aqui, você vai encontrar 5 dicas de como desenvolver esse tipo de pensamento desde a infância. Assim, você garantirá aos pequenos um futuro mais promissor, sem que eles se sintam sobrecarregados com esse aprendizado. Vamos lá?

⠀⠀⠀⠀⠀⠀

1. Brincadeiras de montar e desmontar

⠀⠀⠀⠀⠀⠀

É na primeira infância que as brincadeiras têm um forte poder de estímulo ao raciocínio lógico para crianças. Desde muito pequenos, bebês podem aprender a usar peças e blocos de montar, com variadas formas e tamanhos, desenvolvendo a percepção do espaço e de tudo o que vê ao seu redor.

Com esses jogos de montar, são capazes de começar a usar o pensamento lógico para buscar os formatos mais adequados das peças para o encaixe que desejam, construindo diferentes formas. Vale lembrar que, quando bem pequenos, os jogos devem ser mais simples, de acordo com a capacidade da criança de absorção de novas ideias.

Depois, a complexidade pode aumentar, de acordo com a evolução do pequeno. Assim, aqueles blocos que serviam apenas para encaixe, sem uma forma definida, poderão virar desafios, como a montagem de um carro, uma casa e o que mais a imaginação permitir.

⠀⠀⠀⠀⠀⠀

2. Jogos de estratégia

⠀⠀⠀⠀⠀⠀

O desenvolvimento de raciocínio lógico para crianças também pode ser estimulado a partir de tradicionais jogos de estratégia, como os de memória, o Tangram, os quebra-cabeças, entre outros. Eles servem não apenas para que o pequeno passe a pensar antes de agir, como também para desenvolver a memória e o planejamento. O mesmo vale para os jogos de tabuleiro, como xadrez e damas.

⠀⠀⠀⠀⠀⠀

3. Leitura

⠀⠀⠀⠀⠀⠀

Muitas pessoas acreditam que a literatura interfere apenas na formação de vocabulário, na habilidade com a gramática e com a ortografia correta e na expansão dos conhecimentos e da curiosidade das crianças. Tudo isso, claro, já seria mais do que suficiente para convencer você a estimular os pequenos a criar o hábito da leitura.

Mas a verdade é que essa é uma prática que vai além, contribuindo de formas variadas para o desenvolvimento das crianças, incluindo a capacidade de comunicação e o pensamento lógico. Além disso, a imaginação e a criatividade são favorecidas, permitindo que os pequenos aprendam a argumentar e a criticar com mais embasamento.

Ao interagir com o livro e com a história desenvolvida pelo autor, a criança consegue construir um poder de análise, o que leva, por exemplo, à imaginação de diferentes possibilidades de finais para o que está lendo. Lembre-se de procurar livros que tenham consonância com a idade e os interesses das crianças, para que elas tenham prazer em aprender e desenvolver o pensamento lógico a partir do hábito da leitura.

Conheça os Fuzzy Bits

⠀⠀⠀⠀⠀⠀

4. Jogos eletrônicos

⠀⠀⠀⠀⠀⠀

Muitos pais têm medo de deixar que seus filhos permaneçam muito tempo diante de dispositivos eletrônicos, como tablets e smartphones. Isso ocorre porque há muitos estudos que mostram que o tempo excessivo diante das telas pode causar problemas ao desenvolvimento dos pequenos. Mas aqui a chave é o equilíbrio.

Os videogames podem ser recursos excelentes para o desenvolvimento do raciocínio lógico para crianças e esse é um benefício que não precisa ser negligenciado — apenas bem utilizado. Parte desses jogos eletrônicos estimulam os usuários a pensarem estrategicamente, desenvolvendo novas habilidades cognitivas e estimulando o aprendizado em relação a atingir objetivos.

Além disso, os games podem ajudar na memória, no desenvolvimento da coordenação motora, na velocidade do raciocínio, na concentração e até mesmo na inteligência emocional. Também são importantes para que as crianças aprendam a tomar decisões. Claro: sempre buscando o equilíbrio entre os eletrônicos e outras atividades e verificando a faixa etária mais adequada para cada jogo.

⠀⠀⠀⠀⠀⠀

5. Uso da tecnologia e de ferramentas educativas

⠀⠀⠀⠀⠀⠀

Por falar em tecnologia, é fundamental que os pequenos entendam, desde cedo, que ela está cada vez mais presente em nossas vidas e, certamente, serão utilizadas no futuro, no mercado de trabalho. Portanto, devem ser vistas e apresentadas às crianças como algo positivo, útil e necessário.

Atualmente, existem ferramentas educativas que aliam o conhecimento ao uso de smartphones e tablets, promovendo o desenvolvimento das crianças de uma forma moderna e atraente para elas. Uma dessas ferramentas está, justamente, no ensino de programação para as crianças.

Com ele, é possível desenvolver o raciocínio ao ajudar os pequenos na resolução de problemas, aprendizado de cálculos e estímulo ao pensamento abstrato e criatividade. Esta é também uma forma inteligente de aproximar a criança da tecnologia, mostrando a ela como é possível construir a inovação.

Por isso que, cada vez mais, as escolas têm buscado metodologias de ensino que usem soluções de gamificação do aprendizado, o que significa dar estímulo para que a criança desenvolva o raciocínio lógico. É feito a partir do uso de ferramentas que a levem a aprender com base em projetos (educação S.T.E.A.M, aliando ciência, tecnologia, artes, matemática e engenharia), a ser protagonistas do processo de ensino (cultura maker), entre outras.

A Fuzzy Makers desenvolve justamente esse tipo de trabalho, oferecendo ferramentas educacionais e utilizando metodologias inovadoras para a aplicação do conteúdo pedagógico, trabalhando o ensino por meio de atividades e projetos que incluem apostilas de robótica, de internet das coisas (IoT), automação residencial, entre outros.

A base para estimular o raciocínio lógico para crianças por meio da metodologia proposta pela Fuzzy Makers está na criatividade, na diversão e na exploração a partir do aprendizado. Assim, elas se tornarão adultos aptos a terem sucesso em qualquer situação da vida e do trabalho.

Gostou do artigo e ficou interessado em conhecer essas soluções? Visite a nossa página!


Faça o download deste post inserindo seu e-mail abaixo

Não se preocupe, não fazemos spam.